Wednesday, October 17, 2007

Ontem ventou forte. Depois caiu uma chuva fina que lavou a rua. Todo mundo foi embora do bar. O ponto de ônibus esvaziou rapidamente. Daí eu fiquei ali sozinho, olhando pro asfalto molhado, pensando em nada. Talvez eu ainda tivesse chances. Estava tranqüilo. Só um pouco chateado. As coisas deixavam de acontecer ao meu redor. E eu ria sozinho com uma estranha dor no estômago, balançando meu corpo pra frente e pra trás, pra frente e pra trás, consciente de que algo estava faltando na minha vida. Então eu sai fora. Fui andando pela rua como se estivesse num túnel escuro que me levava para um lugar nenhum. A chuva parou. Um carro passou buzinando. Meu telefone não tocou. Já em casa, me tranquei no banheiro e fiquei contemplando meu abismo naqueles azulejos brancos. Quanta coisa, eu pensei, deixei passar. Eu tive um sonho mudo.

2 comments:

Adriano said...

Essa cidade tá cheia de hamster de laboratorio, usando peles caras de ratazana de londres.

Carlos Carah said...

tá cheio.

vamo no mercearia. a gente joga conversa fora.